Como monitorar o sistema operacional Linux pela linha de comando – 2

Esta é segunda parte dos artigos sobre monitoramento de sistemas Linux onde serão abordados os comandos atop e iotop. No primeiro artigo da série foram vistos os comandos  top e htop.

Comando: atop

O programa atop é um monitor interativo para visualizar a carga de sistemas Linux. Ele exibe o consumo dos recursos de hardware mais críticos, por exemplo, CPU, memória, disco e rede. Informações sobre disco e rede depende do suporte do Kernel.

Instalação (Ubuntu):

O atop é dividido em duas partes: a primeira você vê uma resumo da CPU, memória, swap, disco e uso de rede.

No segundo os processos ativos. Esta seção suporta alguns comandos que permite a análise de memória, disco e rede em mais detalhes.

GoCache - CDN Nacional

Principais teclas de atalhos para manipular os processos visualizados no atop:

  • g – mostra informações gerais (é a opção padrão quando o atop é iniciado)
  • m – memória em detalhes
  • d – disco em detalhes
  • n – rede em detalhes
  • c – exibe o caminho completo do processo

Para tornar fácil a identificação de qual é o processo que está consumindo mais recursos em seu sistema operacional você pode ordená-los de diversas formas. Tente os comando abaixo depois de digitar as opções g, m, d, n ou c (utilizados para alterar as informações exibidas na seção de processos ativos).

  • C – ordena por atividade de CPU
  • M – ordena por consumo de memória
  • D – ordena por atividades de disco
  • N – ordena por atividades de rede
  • A – ordena pelos processos mais ativos do sistema

Para identificar qual usuário consome mais recursos de seu sistema tente digitar u ou p para visualizar o total de recursos usados por processo. Na primeira vez que você digitar u ou p verá somente dos processos em execução, para ter uma visão do acumulado desde quando o atop foi inicializado digite a.

Mais informações: man atop

Comando: iotop

Mostra uso de IO fornecida pelo Kernel Linux (requer 2.6.20 ou superior) e mostra uma tabela com atual uso de IO por processo ou thread no sistema. “O iotop é um simples monitor IO no estilo do top”, segundo a sua descrição em man iotop.

Instalação (Ubuntu):

O iotop tem alguns comando que podem ser usados para tornar mais fácil a análise de qual está consumindo mais recursos de disco.

Primeiro tente abrir o iotop e aparte as teclas/setas para direta e esquerda de seu teclado e assim alterar a ordenação entre as colunas disponíveis. Dessa forma você pode ver os comando que está consumindo mais operações de escrita, leitura ou fazendo swap no disco. Para alterar a ordenação entre crescente e decrescente utilize o r.

Assim como o atop, o iotop também tem uma visualização dos dados acumulados desde quando a aplicação foi inicializada, o comando é a tecla a. Para ver somente o consumo em tempo real dos processos em execução digite o.

As principais teclas de atalho são:

  • o – somente processos que estão fazendo consumo de operações de entrada e saída;
  • p – somente processos, pois por padrão o iotop mostra threads também;
  • a – exibe o consumo de IO acumulado desde quando o iotop foi iniciado;
  • setas direita e esquerda – altera a ordenação entre as colunas disponíveis.

 Mais informações: man iotop

Fernando Mariano

Formado em Engenharia de Computação e atua como Administrador de Sistemas há mais de 9 anos e desenvolve sua startup no mercado de concursos públicos chamada Enter Concursos.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. samuel disse:

    gosto muito do htop também.

  1. setembro 3, 2013

    […] Esta é segunda parte dos artigos sobre monitoramento de sistemas Linux onde serão abordados os comando atop e iotop.” [referência: mariano.eng.br] […]

  2. janeiro 11, 2015

    […] Ferramentas para monitorar un sistema operacional linux pela linha de comando parte dois. […]

Deixe uma resposta