Digital Ocean é bom? Comparativo com a AWS e Rackspace

O que é a Digital Ocean?

Digital Ocean é uma startup de cloud computing focada na entrega de VPS (Virtual Private Server) para desenvolvedores. Ao contrário da Amazon AWS e Microsoft Azure onde você encontra serviços em nuvem de envio de email, backup, CDN, banco de dados, VPNs, DevOps e entre outros, a Digital Ocean provê somente a disponibilidade de máquinas virtuais, aplicativos como WordPress, e recentemente Dockers/containers com o sistema operacional CoreOS.

Ainda há outros serviços como rede privada, IPV6, backups e snapshots automatizados que também são mais simples do que os oferecidos pela Amazon AWS.

O objetivo do artigo não é descrever as features da Digital Ocean, mas sim, mostrar o desempenho obtido em um caso real, de uma aplicação acessada, em sua grande maioria, por usuários no Brasil.

Por que escrevi este post sobre a Digital Ocean?

Startups, blogueiros e empresas em geral utilizam serviços de hospedagem compartilhados, dedicados ou virtuais para servir suas aplicações aos seus clientes.

Existem várias maneiras de hospedar sites, como contratar uma simples hospedagem Linux/Windows que usa recursos compartilhados com diversos outros clientes, sendo muitas vezes o suficiente para a maioria dos casos. E também, servidores físicos e dedicados que geralmente são para casos específicos que requerem excelente performance e segurança de dados.

Porém, acredito que o mais crescente é a contração de uma VPS (Virtual Private Server ou Servidor Privado Virtual) para projetos que necessitam da infraestrutura do sistema operacional para serem executados. Após a leitura de muitos artigos sobre Amazon AWS, Google Compute Engine, Rackspace e outros, a pergunta que fica é:

Cursos Online para Auditor de TI do TCU

O serviço da Digital Ocean é bom?

Fiz essa pergunta após notar o baixo custo cobrado por hora na execução da máquina virtual, frente aos concorrentes de mercado.

Existem atualmente, diversos provedores de serviço de computação em nuvem, que oferecem o aluguel de máquinas virtuais com cobrança por hora, ou seja, você paga somente por aquilo que usar. Entre as empresas podemos citar a Amazon AWS com o serviço EC2, Rackspace, Google Compute Engine e talvez a menos conhecida que será foco deste artigo: a Digital Ocean.

Image courtesy of KROMKRATHOG / FreeDigitalPhotos.net

Claro que a Google Compute Engine, Amazon AWS e Rackspace tem seus clientes fiéis devido suas diversas vantagens e anos de mercado, mas quero demonstrar os ganhos obtidos com a migração dos serviços de hospedagem do projeto Enter Concursos, onde saímos da Amazon EC2 para a Digital Ocean.

O foco será em relação ao ganho com o tempo de resposta do site devido a melhor performance do hardware virtual entregue pela Digital Ocean. Alguns indicadores de desempenho obtidos principalmente por ferramentas de benchmark open source via linha de comando, relatórios do Google Analytics e Google Webmaster Tools serão discutidos.

O custo beneficio obtido com a migração foi excelente, pois pela metade do valor cobrado pela Amazon por uma instância small a Digital Ocean oferece mais do que o dobro do desempenho. Com isso conseguimos reduzir em aproximadamente 75% o tempo de resposta ao Googlebot e o tempo de resposta do servidor para os usuários do site em 80%.

Apenas uma consideração antes de começar: caso considere este artigo útil você pode usar o meu link de indicação, onde você ganhará 10 dólares de créditos na DO. Caso contrário, fique a vontade em fazer o registro diretamente pelo website. 🙂

Estudo de caso: Enter Concursos

A Enter Concursos é uma plataforma de busca de notícias sobre as diversas vagas disponíveis nos concursos públicos espalhados pelo Brasil. Realizamos a indexação em diversas fontes de notícias sobre concursos públicos para prover formas fáceis de encontrar uma vaga no setor público com o seu perfil.

enterconcursos

Por exemplo, é possível encontrar os concursos públicos com inscrições abertas para analista de sistema que pagam acima de R$ 5.000,00 na região sudeste, os concursos com inscrições na cidade de Campinas ou nas cidades vizinhas com raio de 40km de distância. Experimente, é fácil e rápido.

Há também o recurso de receber alertas de novas notícias baseado nos filtro de buscas cadastrado pelo usuário, dessa forma não é necessário acompanhar diversas fontes de notícias (como diário oficial da federação, estados e municípios ou portais de notícias especializados) sobre os concursos previstos ou concursos abertos para seu cargo, órgão público, cidade de preferência.

O projeto da Enter Concursos foi desenvolvido por mim (Fernando Mariano) e pelo Gabriel Piedade. Utilizamos o framework Django para servir as páginas web e o motor de busca foi todo desenvolvimento em Python com banco de dado PostgreSQL, e toda a plataforma roda sob VPS Ubuntu Linux LTS em provedores de hospedagem de computação em nuvem.

Até o final de setembro de 2013 executávamos o projeto sob os serviços de cloud computing da Amazon EC2, porém em razão problemas de desempenho que podem ser visualizados nos relatórios obtidos dentro do Google Webmaster Tools e Google Analytics, fomos obrigados a tomar uma ação.

Como o projeto está em seus passos iniciais não temos muitos recursos financeiros e por isso hospedávamos o serviço na instância small da Amazon EC2, pois possui baixo custo.

Primeiramente, tentamos melhorar o desempenho sem migrar de provedor de hospedagem. Fizemos alguns experimentos como alterar configurações do PostgreSQL, alterar entre o worker/prefork do Apache, avaliar a diferença de desempenho com o Nginx ao invés do Apache, porém nada ofereceu ganhos reais de performance. A saída foi encontrar uma VPS com melhor desempenho e performance, baixo custo, escalabilidade e flexibilidade de cobrança, sem a necessidade de contratos por longos períodos, ou seja, manter a política de cobrança por hora de uso.

Provedores de hospedagem de computação em nuvem

Iniciamos a busca por alguns provedores de hospedagem como Google Compute Engine e Rackspace. Sobre a diferença de desempenho entre Amazon EC2 e Rackspace já escrevi outro artigo com análise de perfomance que mostra que na época a Rackspace possuia algumas vantagens em relação à Amazon EC2. Porém, queria saber qual era o desempenho da Google Compute Engine e a Digital Ocean, pois este último apresenta os menores custos por hora e melhor configuração.

AMAZON WEB SERVICES (AWS/EC2)

A Amazon EC2 é conhecida pela maioria dos webmasters, administradores e analistas de sistemas como uma empresa sólida de cloud computing e internet, e apresenta uma grande variaedade de serviços em relação aos concorrentes.

Serviços especializados como SES (email), S3 (armazenamento de arquivos), VPN, Route 53 (DNS), Direct Connect (conexão de rede dedicada), RDS (banco de dados relacional), ElastiCache (memória cache) e entre outros, fazem com que seja o parceiro ideal para muitas empresas e startups. Porém, o custo e desempenho das instâncias menores (micro e small) deixa a desejar em relação a sua performance e desempenho na hospedagem de aplicações que exigem poder de processamento. Como poderá ser visto no estudo de caso realizado com a Enter Concursos apresentada neste artigo.

Como não realizei testes com as instâncias maiores (exemplo: m1.large, c3.xlarge ecc2.8xlarge) da Amazon EC2 não posso afirmar se os desempenhos entre elas são proporcionais à performance da micro, small. O artigo foi focado nas instâncias menores dos provedores analisados.

DIGITAL OCEAN

A Digital Ocean, com mercado menor que a Amazon Web Service, é uma startup localizada em Nova York com datacenter em Nova York, São Francisco, Amsterdam e outros países.

Criada por desenvolvedores para desenvolvedores possui VPS com sistemas operacionais somente de código aberto como Ubuntu, CentOS, Debian, Arch Linux e Fedora. Ao contrário da Amazon EC2, não há a possibilidade de instanciar máquinas virtuais Windows.

As configurações variam entre 512MB de RAM com 1 CPU até 96GB de RAM com 24 CPUs. Porém um dos principais diferencias é o uso de discos SSDs em todos os tipos de instâncias.

Atualamente quem utiliza a Digital Ocean no ambiente de produção é a Enter Concursos :), porém você pode ver feedbacks na própria Digital Ocean e claro em fóruns, blogs internacionais, blogs nacionais e outras redes sociais da área de hospedagem de computação em nuvem. Procurei referências, mas não encontrei nenhum outro projeto nacional que informa que a aplicação é executada na infra da Digital Ocean.

Caso ainda esteja com receio de testar a Digital Ocean é possível utilizar o pagamento pré-pago com o Paypal (a partir de US$ 5), e assim proteger os dados do seu cartão de crédito. Existem também códigos promocionais com 1 mês grátis ou $5/$10 dólares. Mas ao contrário da Amazon AWS, a Digital Ocean se limita ao serviço de hosting VPS (com funcionalidades de acesso remoto ao console via interface web, backup, snapshot e etc). E um serviço simples de DNS semelhantes ao Route 53 da Amazon.

Para conhecer mais sobre a Digital Ocean, veja as páginas abaixo:

Interesse pelos consumidores entre Digital Ocean e Amazon EC2

A Digital Ocean, possivelmente pelo excelente desempenho de suas VPSs está ganhando interesse do mercado de cloud computing. Veja no relatório do Google Trends o interesse pelos termos “Digital Ocean” e “Amazon EC2” nas buscas realizadas no Google.

Para acessar o relatório completo do Google Trends, acesse: http://www.google.com/trends/explore#q=%22digital%20ocean%22%2C%20%22amazon%20ec2%22&cmpt=q

Comparativo de performance entre Amazon AWS, Google Compute Engine, Rackspace e Digital Ocean

Particularmente, gosto da área de benchmarks na computação e por isso fiz testes de desempenho entre os 4 quatros provedores de computação em nuvem.

O item adotado, para seleção do hardware virtual para testes, foi preço (menor custo) e tamanho de memória RAM (2G). O sistema operacional foi o Ubuntu 12.04 LTS 64 bits com todo sistema operacional atualizado, com exceção da Google Compute Engine que executa somente máquinas virtuais Debian 7.

É importante lembrar que a análise de desempenho de um sistema vai além do hardware, como também de todo o conjunto do sistema operacional como versões de aplicações, bibliotecas, Kernel e até mesmo os compiladores. Por isso a preocupação em utilizar a mesma versão do Ubuntu em diferentes provedores quando era possível.

Veja algumas tabelas com as diferentes configurações de máquinas virtuais testadas, diferença de desempenho de CPU, disco e banco de dados MySQL e o custo de cada uma delas.

Custos e configuração do hardware virtual

Observe que o custo mais baixo pertence a Digital Ocean com boa configuração de hardware – discos SSD, 2 vCPU e 2 GB de RAM (US$ 0.03), enquanto que o maior fica com a Google Compute Engine com 2 vCPU (US$ 0.131).

VPS: Diferenças de configuração de hardware e custo

A tabela exibe as diferenças de hardware virtual de VPS de aproximadamente 2 GB de RAM dos principais players de cloud computing.
ProvedorNome/TipoRaking (menor custo)vCPU (cores)RAMCapac. DiscoSSDHypervisorUS$/hora
Digital Ocean2GB122 GB40 GBsimKVM0.030
Google Compute Engineg1 small211.7 GB9.8 GBnãoKVM0.054
Amazon EC2m1 small311.7 GB160 GBnãoXen0.060
Rackspace2GB Performance422 GB60 GBsimXen0.080
Google Compute Engine n1-highcpu-2521.8 GB9.8 GBnãoKVM0.131

Benchmark/Performance de VPS com sysbench, hdparm e UnixBench

Assim como no artigo de análise de performance entre Amazon e Rackspace utilizo comandos disponíveis no pacote sysbench para avaliar o desempenho das VPS oferecidos pelas empresas de cloud computing. Os comandos utilizados foram basicamente os mesmos contidos neste documento.

Os resultados contidos nas tabelas deste artigo são médias simples da execução dos comandos. Cada bateria de testes foi realizada em dois diferentes dias para mitigar erros de análise por eventual falha ou manutenção programada dentro do datacenter do provedor. Ao todo foram executado mais de 120 execuções de comandos entre as diferentes VPS e provedores de cloud computing.

Para entender melhor o motivo do uso desses comandos recomendo a leitura do artigo Analise de performance entre a Rackspace e Amazon EC2 e suas referências, onde a Rackspace já apresentava bom desempenho.

Análise de desempenho entre Amazon EC2, Digital Ocean, Google Compute Engine e Rackspace via linha de comando

Processador

Utilizado o comando sysbench para medição da performance. Encontrar o maior número primo até 20000.
VPSRankingCPU (tempo em segundos)
Google C. Engine - n1-highcpu-2115.22
Rackspace 2GB Performance216.63
Digital Ocean 2GB318.50
Google C. Engine - g1 small454.73
AWS EC2 small595.51

A VM da Digital Ocean foi uma das mais rápidas, ficando relativamente próxima de concorrentes que possuem valores acima do custo hora de US$ 0.03, contra US$ 0.08 da Rackspace e US$ 0.13 da Google Compute Engine.

Memória RAM

Utilizado o comando sysbench para medição da performance.
VPSRakingTaxa de transferência
Google C. Engine - n1-highcpu-211908.11 MB/sec
Digital Ocean 2GB21148.58 MB/sec
Rackspace 2GB Performance30506.29 MB/sec
AWS EC2 small40117.89 MB/sec
Google C. Engine - g1 small--

No teste de memória a Digital Ocean teve uma distância significativa de performance em relação a instância da Google, porém é importante lembrar a diferença de custos entre elas são consideráveis.

A VPS small da Google Compute Engine não finalizou a execução do comando e por isso foi representada por traço (-). Provavelmente existe alguma incompatibilidade do sysbench com as bibliotecas do Debian 7.

Discos

Utilizado o comando sysbench e hdparm para medição da performance.
VPSsysbenchhdparm
AWS EC2 small4.58 MB/sec51.34 MB/sec
Digital Ocean 2GB56.15 MB/sec776.68 MB/sec
Rackspace 2GB Performance76.19 MB/sec623.84 MB/sec
Google C. Engine - n1-highcpu-251.01 MB/sec-
Google C. Engine - g1 small47.55 MB/sec-

A Digital Ocean ficou em segundo lugar com o comando sysbench e em primeiro com o hdparm.

Banco de dados - MySQL

Utilizado o comando sysbench com banco de dados MySQL para medição da performance.
VPSRakingTransações por segundo
Rackspace 2GB Performance1751.03
Google C. Engine - n1-highcpu-22739.41
Digital Ocean 2GB3488.06
Google C. Engine - g1 small4317.82
AWS EC2 small5159.65

Na execução do banco de dados MySQL a Digital Ocean ficou na terceira colocação, atrás da VPS da Rackspace e Google Compute Engine.

UnixBench é um projeto de código aberto que mostra indicadores de desempenho de um sistema Unix-like combinando diversos testes e ao final atribui índices de performance. A execução foi realizada via ServerBear.com e os relatórios completos podem ser visualizados nos respectivos links disponíveis na tabela.

Análise de Performance: UnixBench e ServerBear

O relatório detalhado do UnixBench pode ser obtido nos respectivos links.
VPSRakingUnixBench IndexServerBear URL
Google C. Engine - n1-highcpu-212071.0http://serverbear.com/benchmark/2014/01/10/oDUm7Ikq3jwrSNxe
Digital Ocean 2GB21467.4http://serverbear.com/benchmark/2013/12/31/ZFtw4vEJBg9dxw9G
Rackspace 2GB Performance30814.7http://serverbear.com/benchmark/2013/12/31/c2O9G9TJiUFcwvjJ
AWS EC2 small40185.9http://serverbear.com/benchmark/2013/12/31/e4WJpnwBJObu6lOI
Google C. Engine - g1 small-aguardando execução-

Com o segundo melhor resultado, a Digital Ocean só perdeu para a instância n1-highcpu-2 com o custo de US$ 0.10 a mais em relação ao preço da DO.

Velocidade do site Enter Concursos hospedado na Amazon AWS vs Digital Ocean

Como explicado no início do artigo o projeto Enter Concursos era hospedado na Amazon EC2. Mas por conta da baixa performance, optamos por encontrar provedores com melhor desempenho. Nos próximos parágrafos irei demonstrar os resultados obtidos com a migração para a Digital Ocean, realizada no mês de Setembro de 2013.

Vale lembrar também que não foi realizada nenhuma customização ou tuning durante a migração, apenas refizemos a instalação das aplicações envolvidas no sistema operacional Ubuntu Server LTS exatamente como realizamos com na Amazon EC2.

Vários parâmetros e relatórios poderiam ser exibidos aqui para demonstrar a melhoria obtida com a migração da Enter Concursos da Amazon EC2 para a Digital Ocean, mas decidi expor dois relatórios: o Google Webmaster Tools e o Google Analytics.

Gostaria de lembrar que atualmente a Enter Concursos usa instâncias de 4 GB de RAM da Digital, e com o mesmo custo que tínhamos na Amazon EC2 foi possível obter os resultados demonstrados a seguir.

Google Webmaster Tools

Uma das principais fontes de tráfego de qualquer site são as visitas originadas a partir de buscas realizadas no Google e como boa prática de SEO seu website deve responder rápido as requisições do Googlebot. Claro que existem outros pontos a serem considerados dentro da otimização para SEO, porém a velocidade sempre deve ser levada  em consideração.

A diferença entre o tempo de resposta da Enter Concursos hospedada na Amazon EC2 com a Digital Ocean foi de 5 segundos (comparando com as médias otimistas da Amazon EC2) para 1,1 segundos, praticamente uma redução de quase 80%. Realmente, ganho de performance considerável.

Velocidade do site no Google Analytics

É insuficiente o site ser veloz apenas para o Googlebot, é preciso que, principalmente, os usuários também percebam que o tempo de resposta seja satisfatório. Deste ponto de vista, é possível visualizar esta percepção do usuário pelo relatório de velocidade do site pelo Google Analytics.

Como utilizo o serviço Addthis para prover os meios de compartilhamento de redes sociais e muitas vezes o carregamento das imagens atrasa o carregamento completo da página, utilizei o relatório (Avg. Server Response Time) do Google Analytics. Este gráfico demonstra o tempo que leva para que a instância da Amazon EC2 e a Digital Ocean responda uma requisição para o browser do usuário.

Veja que o tempo de resposta do servidor também caiu drasticamente. Isso faz com que os usuários continuem na página, pois o tempo de carregamento também será menor, em vez de fechar o navegador e procurar por outro site.

Conclusão

Existem diversos provedores de computação em nuvem com diversos benefícios em cada um deles. A própria Rackspace e Google Compute Engine venceram em algumas análises neste artigo, porém ambas possuem custos mais elevados em relação à Digital Ocean.

Apesar de poucos problemas de indisponibilidade da Digital Ocean que nunca enfrentei na Amazon EC2, recomendo a sua utilização para startups e projetos em estágios embrionários. Pois ainda sim é possível contornar esta falha com a configuração de sua aplicação com redundância de VPS e/ou cluster em diferentes regiões da própria Digital Ocean.

A Amazon apesar de entregar diversos serviços, tem o preço extremamente elevado quando se pondera o desempenho de suas instâncias. Faça testes antes e avalie onde sua aplicação terá melhor custo benefício antes de hospedar e configurar toda sua aplicação em um único provedor. O custo de horas de trabalho na migração pode ser alto quando seu projeto estiver com muitos acessos.

Lembre-se que o tempo de resposta de sua aplicação para seu usuário e para o Googlebot é importante, ajudam a ganhar novas visitas e manter os usuários mais tempo no site.

O serviço Digital Ocean é muito bom e não é a única que oferece discos SSDs e custos abaixo do mercado, existem outros provedores. Mas não se esqueça, se quiser ganhar 10 dólares para testar os serviços, utilize o meu link de indicação da Digital Ocean.

 

Fernando Mariano

Formado em Engenharia de Computação e atua como Administrador de Sistemas há mais de 9 anos e desenvolve sua startup no mercado de concursos públicos chamada Enter Concursos.

Você pode gostar...

51 Resultados

  1. Oi Mariano,

    Muito legal seu feedback e como detalhou o assunto!

    Abraços

  2. Muito esclarecedor, parabens!!

  3. Apenas lembrando um detalhe: A Digital Ocean não é um serviço cloud real. Não sei o Google, mas a Rackspace e a AWS possuiem failover. Alguma coisa do servidor onde você está falhou e o sistema automaticamente liga sua instância em outra máquina garantindo a alta disponibilidade. Digital Ocean não tem isso. Eu gosto muito dos serviços prestados por ela mas parte da razão dos seus custos reduzidos é que ela no final funciona como uma VM comum, com raid 5 e não 10, e ainda precisa ser manualmente corrigida em caso de falha da máquina não fornecendo alta disponibilidade.

    Com mesmo desempenho ainda melhor e mesma faixa de preço você ainda tem o RamNode.com. E nas VMs gerenciadas o KnownHost.com.

    • A Digital Ocean não possui HA (high availability), como você mencionou… existem algumas discussões na seção “help and community” que eles responderam perguntas sobre a arquitetura da infraestrutura deles. Porém por conta do desempenho e custo ainda acredito que seja um boa opção para startups e projetos em estágios iniciais.

      Cheguei a ver outros provedores antes de iniciar os testes de benchmark, mas pelo que me lembro algumas não oferecem pagamento via Paypal ou então cobram por mês e não por hora de uso, que inviabilizou em adicioná-las nos testes de performance.

      • Filipe Cifali disse:

        Nada impede de você mesmo fazer seu HA dentro da DO.

        Pegue duas instâncias pequenas para fazer proxy HA com Pacemaker e pronto.

        Elas não usam nada de processamento para até 80k requests/hora pois são apenas proxies para as instâncias reais.

        Failover por Failover, a Amazon já enfrentou indisponibilidade na zona brasileira algumas vezes ano passado. Já inclusive teve perda de dados de RDS… mas… a DO não foge longe dessa situação.

        O interessante da DO é realmente como o autor falou, para protótipos. Depois, quando o serviço começa a ter retorno, vale investir em estrutura mais redundante, o que muitos esquecem.

    • Adilson Lima disse:

      Antes de tudo, essa matéria é bem esclarecedora.
      Estou na knownhost com um VPS SSD há 1 ano e não tenho do que reclamar. Um diferencial deles é o atendimento via ticket. Acredito que seja o atendimento mais rápido que exista no ramo de hospedagem, pois não importa a prioridade, etre 2 a 5 minutos um analista já estará diagnosticando seu problema. Por enquanto é a melhor hospedagem pra mim que não manjo nada de adm de servidores.

  4. Antonio disse:

    Parabéns pelo post !

    Eu uso Digital Ocean a mais de uma ano e estou muito satisfeito com o serviço prestado. Durante esse tempo vi muitas melhorias no serviço. Só tenho uma bronca: o espaço em disco dos vps`s. Eu precisava de uma opção para montar mais discos no vps como acontece na amazon. Não conheço o serviço do rackspace mais ouvi falar muito bem. Será que o rackspace permite montar um segundo disco no vps ?

  5. Parowski disse:

    Olá

    Gostaria de saber a respeito do cpanel. É cobrado a mais pelo cpanel ou já vem?

  6. Cara, conforme estive falando no BR-Linux sobre se encontraram o gargalo, vi ontem um interpretador alternativo ao CPython, ou melhor dizer o Python que a maioria usa, o PyPy tem ganho na memória e JIT em runtime! Roda django bem. Mas tem uma leve perda de flexibilidade.

  7. Fabricio disse:

    Muuuito interessante este artigo, parabéns! Espero que alguém possa me ajudar:

    1) é complicada a instalação de um site WordPress nessa Digital Ocean ou no RamNode? Eu sempre instalei no meu host compartilhado via cPanel, Fantastico, instalar wordpress… sou leigo =)

    2) consigo acesso via FTP para mover os arquivos?

    Obrigado!

  8. Paulo Pimentel disse:

    Artigo muito bom, meus parabéns!

  9. Junio disse:

    Parabéns pelo artigo Fernando, muito bom mesmo!

    Estava procurando algo esclarecedor assim, pois utilizo hospedagem compartilhada e estou pensando em migrar para um VPS.

    No caso, sou totalmente leigo, você poderia me ajudar? Claro, de forma remunerada. Você pode prestar uma consultoria para mim? =)

  10. Gabriel disse:

    Ótimo artigo! Só fiquei preocupado com a HA

    • Obrigado 🙂

      HA pode ser preocupante dependendo da sua aplicação, mas existem ferramentas open source disponíveis para Linux que você pode configurar em diferentes regiões da Digital Ocean e obter uma disponibilidade maior.

  11. Muito Bacana!! Obrigado por compartilhar os testes, foram de grande ajuda. Antes de contratar a DO pensei em ficar com a RamNode que oferece planos bem competitivos e servidores/hardware turbinados, mas acabei escolhendo a DO pelo suporte intuitivo e grande colaboração por parte da comunidade, o que me ajudou bastante uma vez que estou longe de ser um ninja sysadmin rs. Enfim, hoje sou livre do famigerado sistema das hospedagens compartilhadas!

    Deixo a dica pra quem quiser criar sem medo uma VPS e em poucos passos hospedar seus sites e projetos.

    • Obrigado pelo feedback!

      Não utilizei a RamNode, mas já ouvi comentários que tem uma boa performance também. Na época quando analisei a desvantagem era que ela não aceita pagamento por hora de uso, e sim uma cobrança mensal.

  12. eduardodeoh disse:

    Parabéns pelo artigo!

  13. A tua configuração do EC2 na Amazon estava onde Oregon como vem por padrão? Poderia passar os comandos “com parametros” utilizados pelo sysbench, pra que eu possa fazer teste no meu servidor e comparar a seus resultados?

  14. Olá, muito bom o post, parabéns! Não sou programador, porém estou abrindo uma startup com um app mobile, meu desejo é ter rápido desempenho, velocidade no acesso dos usuários, e não ter preocupação em caso de crescimento rápido de acessos, pois vou investir bastante em mkt, portanto você acha que não devo optar pelo DO?

    abs

  15. Lisandro disse:

    Primeiramente, parabéns pelo tópico. Sou meio leigo ainda nessa parte de servidores, e estou procurando uma boa solução para hospedagem de sites simples, sem um grande número de acessos.

    Hoje trabalho com hospedagem compartilhada da Hostgator, onde hospedo o site, os emails e bancos de dados. Na Digital Ocean é possível ter isso, através dessas máquinas virtuais?

  16. O servidor da Amazon que você usava ficava em São Paulo? Um problema da Digital Ocean é que não tem a opção de hospedar no Brasil. Aí não tem jeito, mesmo que a máquina fique mais rápida, a latência será bem maior.

    • Não, infelizmente a Digital Ocean não possui servidores no Brasil. Em relação a latência fiz testes em duas instâncias que tenho na DO, fica na média de 200ms:

      Instância NYC:
      120 packets transmitted, 120 received, 0% packet loss, time 128528ms
      rtt min/avg/max/mdev = 173.182/216.268/257.837/15.882 ms

      Instância Londres:
      93 packets transmitted, 93 received, 0% packet loss, time 101339ms
      rtt min/avg/max/mdev = 196.766/205.345/224.768/6.496 ms

  17. vocÊ usou algum painel de controle?

  18. Rui Carlos disse:

    Pra quem quer um painel de controle, instale o Sentora. É simples, rápido, gratuito e facilita demais a vida! O Sentora possui um plugin chamado “sentástico” que é meio que parecido com o Fantástico ou Softáculous. A diferença é que ele não cria o banco de dados automaticamente…

    Se quiser mais informações, me adiciona no Skype: ruicarlossantos.

    Eu consegui montar um servidor de sites, todos baseados em wordpress aqui no DO e estou achando incrível.

  19. O artigo é de janeiro de 2014, mas continua atual.
    Testei o EC2 e a DO e por enquanto meu voto vai para o DO.

    Parabéns pelo artigo.

    Abraços

  20. Raphael disse:

    Obrigado pelas dicas! Estou conhecendo melhor a DO.
    Agora vou ler o seu artigo indicado aqui nos comentários sobre os primeiros passos na DO.

    Abraço!

  21. Denis Fernando disse:

    Boa tarde a todos, estou criando um blog no segmento de beleza e cuidados com as unhas e por não possuir os conhecimentos dessa área de informatica estou caçando as informações para montar o quebra cabeça. O meu blog terá 3 abas, 2 de conteúdos fixos abordando os assuntos que iremos tratar e a outra aba vai variar o conteúdo mensalmente com as fotos dos produtos mostrados, no caso fotos de esmaltes .
    Vou utilizar o mautic para a automação , gerenciamento dos leads e campanhas. Para a hospedagem do mautic achei recomendações sobre a DO. Eu gostaria de saber se :

    1 ) É possível usar a hospedagem da DO para hospedar tanto o mautic quanto o blog ?

    2 ) Se sim , o plano básico de 5 doletas atenderia a minha necessidade ?

    3 ) Para alguém que possui conhecimento zero , é negocio criar o blog no wordpress e hospedar na DO, ou existe uma solução mais amigável para quem ta saindo do zero ?

    Baseado no contexto que expus , se alguém identificar alguma falha no processo e puder ajudar com algum conselho eu serei eternamente grato.

    Abraços.

    • Olá, Denis.

      Vamos lá, se você não tem nenhum conhecimento em Linux não recomendo você utilizar a Digital Ocean. Talvez seja melhor você encontrar alguma provedor de hospedagem que ofereça suporte ao Mautic e a sua ferramenta de CMS (blog). Alguns exemplos: Hostgator, Godaddy e etc…

      Mas se você quiser se aventurar e estudar como instalar e configurar suas aplicações em um ambiente Linux, tente praticar pelos materiais que indico nesse artigo: https://mariano.eng.br/vps-digital-ocean-primeiros-passos-hospedagem-sites-linux/

      Abraços

      • Denis Fernando disse:

        Agradeço a ajuda Fernando, sobre o mautic você já utilizou essa ferramenta ? Se sim , lhe perguntei pois gostaria de saber como o programa se comporta com esses provedores com o godaddy e o host. No mais , mais uma vez , obrigado pela ajuda.

        Abraços.

        • Não utilizei e na verdade nem conhecia antes de você comentar aqui no blog :). Como ferramenta de Marketing uso o Mailchimp, tem uma boa cota gratuita e bons recursos. Da uma olhada, tavez atenda suas necessidades.

          Abraços

      • Ola Denis. Acho que você não precisa de uma bazuca pra matar uma mosca.. Na minha opinião uma simples hospedagem compartilhada resolveria seu problema, onde já vem com painel de controle, banco de dados, email, tudo instalado, tudo certinho. Ai tem vários planos pelo Brasil. As típicas WebHost, Locaweb, HostGator.. Trabalhei com a maioria e fui parar da HostDime, paga um pouco mais, mas o serviço creio que seja melhor, pelo menos nas minhas experiencias. Espero ter ajudado.

  22. igor disse:

    Opa, estou abrindo um site adulto você me indica a digital ocean para isso, e quantas visitas ela e aguenta e quanto online? Obg

  23. comentando sem nem terminar de ler o artigo para agradecer pelas informações. não esperava achar um conteúdo tão completo relacionado a análise desses dois serviços.

  1. Janeiro 28, 2014

    […] No artigo também é possível ver um comparativo entre Amazon EC2, Rasckspace, Google Compute Engine e Digital Ocean com testes de benchmark de CPU, memória, disco e a execução de um banco de dados MySQL. Além de resultado obtidos com a suíte UnixBench.” [referência: mariano.eng.br] […]

Deixe uma resposta